23 de abr de 2017

A quem meu coração busca?

Queridas,

A princípio, a idéia não era falar sobre esse assunto, mas a Providência Divina sempre ganha. Então, gostaria de fazer com vocês essa pequena meditação por dois motivos: primeiro, estamos inclinadas a achar que a solidão que carregamos conosco poderá ser preenchida por alguma coisa ou criatura; segundo, quando se sabe o que quer encontra-se o que busca.  

Sabemos que em tudo o que queremos, nós queremos que seja perfeito: se eu quero um namorado, eu quero que ele seja perfeito; se eu busco um amigo, busco que ele seja o mais perfeito; e é assim com todo o desejo desordenado e quando nos decepcionam, tudo vem abaixo. 

Tudo em nossa vida tem essa "marca" de perfeição, isso só comprova o desejo de Deus, que deve ser realizado para que vivamos as outras relações pacificamente, porque se já temos o que buscamos, então, saberemos conviver com as fraquezas dos outros. Se temos Deus - Aquele que é perfeito, e nos capacita do perdão, nos capacita da misericórdia - saberemos buscar tudo o que nos é proveitoso. 

Como diz São João da Cruz: "nega os teus desejos encontrarás o que deseja o teu coração!", a busca de Deus consiste na realização do desejo mais profundo do coração humano.

Dessa maneira, podemos lembrar uma buscadora da Sagrada Escritura: A Samaritana. A Samaritana buscava algo, seu coração estava longe do Alto, perdido em solidão, ela acreditava que o que buscava era maridos; ela tinha cinco maridos, quando Jesus pergunta do sexto marido a Samaritana diz "não tenho!", ela já identificava que os problemas não estavam nos maridos, mas na falta de algo...

E Jesus começa a dar pistas para que ela O encontre "Ah, se soubesses quem te pede de beber não terias mais sede!", não teria mais as necessidades angustiantes de preencher o "vazio" que vivia. Se a Samaritana tivesse conhecido Jesus antes desses seis maridos, bastaria apenas um, podemos nós também ouvir essas palavras de Jesus hoje? O Senhor ordena tudo em nosso interior, e nos lança a um campo de fecundidade, onde podemos purificar nosso amor as demais criaturas. Onde podemos descansar na certeza de que, enfim, achamos o que tanto procuramos nessa vida e dizer "Deus, te achei!"




Meditação fomentada segundo escritos da Madre Kelly Patrícia sobre a Busca de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário